Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Universidade Aberta da Maturidade conclui sua 12ª turma

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 15,6% da população brasileira tem 60 anos ou mais

Na Universidade Federal do Paraná (UFPR) a Universidade Aberta da Maturidade (UAM) – Projeto de extensão universitária que busca incentivar o desenvolvimento de relações intergeracionais, já atendeu mais de 700 pessoas, que passaram pelo projeto. Desde agosto de 2019, a UAM começa a chegar aos campi avançados da UFPR, com atividades também realizadas no Setor Palotina.

A Vice-reitora da UFPR, Graciela Inês Bolzón de Muñiz, salienta e reconhece a dedicação e carinho da equipe que atua na frente desse projeto: “É uma grande satisfação ver o empenho e dedicação dessa equipe que leva em frente esse projeto, com muita garra e espírito de colaboração. A valorização do conhecimento intergeracional passa por acolher e incentivar que estas ações aconteçam e que juntos possamos construir uma sociedade mais justa e melhor para todos”.

Os professores participantes e monitores buscam valorizar o conhecimento dos idosos. Hoje o projeto é composta por três professoras: Simone Benghi Pinto, Ana Carolina Passos de Oliveira e Taiuani Marquine, além de três monitores (Cesar Eduardo Ferreira Pina, Amanda Gabriele Cezar Adolpho e Olivia Ika Matsumura) todos alunos do curso de Terapia Ocupacional.

Monitores do projeto. Da esquerda para a direita: Olivia Ika Matsumura, Cesar Eduardo Ferreira Pina e Amanda Gabriele Cezar Adolpho. Foto: Simone Benghi

Para Simone Benghi, do Departamento de patologia básica da UFPR, “O projeto Universidade Aberta da Maturidade contribui de forma magistral para o meu entendimento sobre a grandeza da atividade extensionista como ferramenta educacional e social”.

Palestrante Carlos Moreira e Simone Benghi Pinto. Foto: Simone Benghi

“Como estudante de Terapia Ocupacional e futura profissional, o projeto representa a vivência de uma possibilidade de campo de atuação. Além disso, o projeto também representa uma forma de ajudar o próximo, de devolver à sociedade e aos mais velhos um pouco de tudo aquilo que me oferecem. Também é uma oportunidade de conhecer novas histórias, novas experiências e ensinamentos”, comenta Oliva Ika Matsumura, graduanda do curso de Terapia Ocupacional da UFPR.

Ana Carolina, do Departamento de Terapia Ocupacional da UFPR, passou a fazer parte da coordenação do projeto em 2020, mesmo ano da pandemia, e comentou que “foi um período desafiador e foi necessário realizar modificações para que as atividades pudessem continuar”. Ana ainda enfatizou que “nos cursos anteriores a equipe procurou focar em um assunto específico, mas este ano (2023) o objetivo era englobar vários assuntos de áreas diversas”.

Eva de Oliveira Salvalaggio de 73 anos, foi aluna do curso durante a pandemia e menciona o quanto admira o trabalho feito no projeto. “Sou fã dos trabalhos desenvolvidos sob a coordenação dessa equipe. Por mais conhecido que pareça, sempre tem novidades e super indico”. Eva ainda reforça sobre uma única definição para a vida: ” “Somos todos um”

Na última terça-feira (14) o projeto de extensão formou mais uma turma com aproximadamente 48 idosos.

“Fiquei motivada a participar de novos projetos e foi muito bom conhecer novas pessoas e trocar experiências”, afirma Daisy Herrerias Endler de 71 anos.

Foto: Arquivo pessoal

Sarandy Carvalho de Borba, de 72 anos, faz parte da UAM desde 2019 e comenta que começou a fazer os cursos para aproveitar melhor o tempo livre. “Como sou aposentado e fico em casa resolvi me inscrever para preencher o tempo ocioso e para ocupar a cabeça com novas informações”. Sarandy desde então vem fazendo os cursos da UAM e se formou nesta última turma.


Como acontecem as aulas

As atividades são realizadas nos espaços da UFPR. As atividades acontecem pelo período de 01 ano – com início todas as terças e quintas à tarde, das 14:00 às 16h, no Campus Jardim Botânico da UFPR. Há uma exigência de frequência mínima de 75% na totalidade das atividades para recebimento de certificado no final do curso.


Objetivos
A UAM tem como objetivo resgatar o valor social do idoso de forma articulada e interdisciplinar, o que passa por assegurar sua cidadania; a inserção da terceira idade no universo acadêmico e a contribuição para o desenvolvimento de relações intergeracionais.

Foto: Simone Benghi

Sugestões

UFPR sobe e está entre as 3,7% melhores instituições do mundo
A Universidade Federal do Paraná (UFPR) está entre as melhores do mundo na edição 2024 da lista global...
Equipamento para radioterapia no CHC-UFPR traz ganhos para áreas assistencial e de ensino
Com instalação de acelerador linear, hospital passa a oferecer tripé completo de tratamento para pacientes...
CHC-UFPR tem projeto aprovado em Programa de Apoio a Ambientes Promotores de Inovação no Paraná
O projeto tem por finalidade a estruturação do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde do CHC-UFPR Em...
Vídeo da UFPR no Instagram viraliza e atinge 1 milhão de visualizações
Um vídeo publicado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) em seu perfil oficial no Instagram alcançou...