Imagem Padrão

UFPR terá Polo de Educação a Distância no município de Terra Roxa

02 julho, 2018
15:54
Por
Ensino e Educação

Divulgação: Setor Palotina

O Ministério da Educação aprovou a proposta de criação do Polo de Educação a Distância (EaD) da UFPR no município de Terra Roxa, a cerca de 38 quilômetros de Palotina. O anúncio foi feito na sexta-feira (29), em Terra Roxa, pela vice-reitora Graciela Inês Bolzón de Muniz e pelo secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Barone.

“A unidade integra o projeto ‘Institucionalização da EaD na UFPR’ que prevê, entre outras ações, o polo de Terra Roxa. É um avanço que vai levar educação e conhecimento a mais municípios paranaenses”, afirmou a vice-reitora Graciela.

O secretário Barone anunciou que há autorização do Ministério do Planejamento para prover os recursos humanos para implantação. “O polo de educação a distância será disseminador de tecnologia e conhecimento, com a mesma qualidade de um curso presencial. Já temos previsão de recurso em torno de R$ 3 milhões; neste ano, o compromisso de liberação será de R$ 1,5 mi e já está em processamento”, disse.

“A UFPR é uma universidade destacada, sempre presente em todos os rankings internacionais de qualidade. Estou visitando as universidades para conhecer as iniciativas descentralizadas, onde a universidade é mais necessária, pois ali pode prover instrumentos de desenvolvimento”, completou.

O projeto “Institucionalização da EaD na UFPR” foi proposto pela Direção dos Campi Avançados e pela Cipead – Coordenação de Integração de Políticas de Educação a Distância da UFPR, órgão vinculado à Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional.

O diretor de apoio aos campi avançados da UFPR, Helton José Alves, explicou que o Setor Palotina vai ser um apoiador das atividades. “O projeto vai impactar diretamente os campi da UFPR, com ambientes para educação a distância. Além da utilização para os polos, essas ferramentas EaD vão facilitar a internacionalização dos programas de pós-graduação e proporcionar maior interação administrativa entre os campi, gerando mais oportunidades e até economia para a universidade”, ressaltou.

Estiveram presentes na cerimônia o diretor do Setor Palotina, professor Elisandro Pires Frigo; a vice-diretora, Yara Moretto; o deputado federal Sérgio Souza; o prefeito de Terra Roxa, Altair Donizete de Pádua; professores e servidores técnico-administrativos da UFPR, entre outras autoridades.

Vice-reitora Graciela Muniz e equipe da UFPR em visita à futura sede do Polo EaD Terra Roxa. Divulgação: Setor Palotina

Polo EaD Terra Roxa

O polo contemplará inicialmente 100 vagas para o curso de Administração. O ofício do Ministério da Educação aponta que a estrutura ficará a cargo da Prefeitura Municipal de Terra Roxa e o polo funcionará em prédio cedido pela Secretaria de Educação do Paraná. A descrição das responsabilidades será formalizada por meio de um acordo de cooperação técnica com vigência de cinco anos.

Com a criação do Polo EaD Terra Roxa, a expectativa é que a operacionalização dos cursos permita a consolidação dos Núcleos EaD em todos os campi da UFPR, estendendo o alcance das ofertas.

“A UFPR, por meio da criação do polo EaD Terra Roxa e dos projetos que orbitam essa proposição, avança institucionalmente para a consolidação de uma cultura digital. Esse protagonismo se soma às inúmeras iniciativas que já se concretizam nos diversos setores da universidade e vai ampliar, fortemente, o uso de tecnologias e comunicações digitais no dia a dia da comunidade acadêmica”, destaca a coordenadora da Cipead, Maria Josele Bucco Coelho.

A proposta do Polo EaD Terra Roxa permitirá a oferta de cursos de graduação e Pós-graduação lato sensu, cursos de aperfeiçoamento e de extensão EaD e na modalidade híbrida. Considerando as necessidades da comunidade local, o Polo será um espaço de convergência dos estudantes que garantirá o acesso ao material didático, bem como propiciará instalações adequadas para a realização de atividades presenciais e via web conferência, transmissão de aulas, atividades programadas e avaliações.

A produção de materiais didáticos para atender a realidade local contará com o apoio da Cipead.

Projeto Institucionalização da Ead na UFPR

A primeira fase da institucionalização da EaD na UFPR abrange as seguintes iniciativas: UFPR Híbrida, UFPR Virtual, Mobilidade Virtual, Selo Editorial para Materiais Digitais e Núcleos de Tecnologias Educacionais.

De acordo com a Cipead, os projetos estão entrelaçados e trabalham conjuntamente para a intensificação do uso dos ambientes virtuais de aprendizagem.

UFPR Virtual

Em busca da consolidação do ‘campus virtual’ da universidade, a UFPR Virtual é considerada um projeto embrionário que procura fortalecer a percepção da comunidade acadêmica para as potencialidades que a modalidade de ensino virtual oferece.

A unidade tecnológica da Cipead trabalha em atualizações e reformulações que ofereçam melhor suporte aos usuários do AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem – que continua em funcionamento. Também está em processo de desenvolvimento o portal UFPR Virtual, voltado para difusão de todo tipo de produção digital (e-aulas, videoaulas, transmissão via streaming de conferências, eventos, palestras, entre outros).

Entre os objetivos do projeto está a criação de espaços para disseminação das disciplinas já ministradas presencialmente, que poderão ser incorporadas aos cursos ofertados na modalidade EaD, e a ampliação da possibilidade de ofertas de cursos de extensão e aperfeiçoamento, com base nas demandas regionais.

O fortalecimento do processo de internacionalização, pela potência de visibilidade que a modalidade virtual oferece, também é apontado como diferencial do projeto.

A criação da estrutura física e humana para a consecução da UFPR Virtual é tida como essencial para fomentar as demais iniciativas.

UFPR Híbrida

A UFPR Híbrida tem o objetivo de apoiar a implantação e operacionalização da educação híbrida nos cursos de graduação. Por meio de apoio pedagógico e tecnológico, a Cipead oferece à comunidade universitária assessoria para a implantação dos 20% EaD na carga horária total dos cursos.

Atualmente, o AVA UFPR – Ambiente Virtual de Aprendizagem – conta com 31 mil usuários. No âmbito do projeto UFPR, são 245 disciplinas distribuídas em 22 cursos de graduação da UFPR que já estão funcionando nessa modalidade.

Núcleos de Tecnologias Educacionais

Para articular e fomentar o uso das tecnologias educacionais, apoiando os projetos UFPR Híbrida e UFPR Virtual, pretende-se instaurar núcleos de tecnologias educacionais nos diversos setores da universidade.

A Cipead será responsável pela orientação e supervisão de tais núcleos. Duas equipes já constituídas – pedagógica e tecnológica – atuarão nessa instância, dando suporte às ações.

Cada um dos núcleos deverá contar com infraestrutura humana e tecnológica. As ações que envolvem o processo de institucionalização da EaD poderão ser fomentadas localmente, com o apoio e supervisão da Cipead.

Mobilidade Virtual UFPR

Em fase experimental, o projeto de Mobilidade Virtual visa oportunizar aos alunos da graduação a possibilidade de cursar disciplinas na modalidade virtual em outras universidades federais.

A proposta está em fase de testes por meio da parceria entre a UFPR e a UNIFESP. Assim como na mobilidade presencial, o processo deverá considerar determinada carga horária e um acordo prévio com a instituição em que os alunos farão as disciplinas.

O projeto poderá avançar em questões como a pluralidade de ofertas de disciplinas optativas. A mobilidade virtual também intensificará a internacionalização da UFPR, potencializando os convênios já firmados com universidades estrangeiras.

A iniciativa dependerá da consolidação dos núcleos EaD nos diversos campi da UFPR.

Selo Editorial para Materiais Digitais

O Selo Editorial para Materiais Digitais é resultado de uma parceria entre a Cipead e a Editora da UFPR. Ainda em processo de desenvolvimento, a ideia é lançar, a cada ano, um edital para produção de material para ambiente virtual.

A proposta abre espaço para a consolidação do laboratório de Design Educacional.

Sugestões

18 julho, 2024

Cartazes e panfletos resultantes da parceria de projetos de extensão serão apresentados em evento aberto à comunidade nesta sexta-feira (19) no Campus Jardim Botânico, em Curitiba.

18 julho, 2024

Respeitada a disponibilidade orçamentária institucional, a Prograd pode disponibilizar até 500 vagas de monitoria, das quais 100 serão reservadas à modalidade Fluxo Acadêmico.

18 julho, 2024

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), através da rede Coalizão Paraná pela Década do Oceano, em parceria com […]

17 julho, 2024

Pesquisadores do C3SL e do VRI vão trabalhar com IA sobre o arquivo histórico da Academia de Ciências de Berlim-Brandemburgo.