UFPR realiza IV Seminário das Pretas Acadêmicas; inscrições vão até 5/07

03 julho, 2024
12:14
Por Juliana Marques
Extensão e Cultura

Estão abertas até o dia 5 de julho as inscrições para a 4ª edição do Seminário Pretas Acadêmicas – Trajetórias, evento realizado pela Superintendência de Inclusão, Políticas Afirmativas e Diversidade (Sipad), da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O Seminário tem como objetivo reunir pesquisadoras negras para dar visibilidade às pesquisas realizadas nas universidades. O evento acontecerá nos dias 26 e 27 de julho de forma híbrida e, para participar, é preciso enviar um resumo da pesquisa realizada em qualquer nível de formação superior.

“O nosso objetivo é promover o encontro de estudantes e pesquisadoras pretas em diversos níveis de formação e fomentar a produção intelectual, acadêmica e ativista de mulheres negras. Queremos contrapor a invisibilidade negra que ainda persiste, e também conhecer e prestigiar o trabalho acadêmico de mulheres pretas tanto do Paraná quanto de outros estados”, explica Silvia Maria Lima, coordenadora do evento e doutora em Educação pela UFPR.

A presença de mulheres negras na Universidade vem crescendo, em parte pelas políticas afirmativas. É o que mostram os dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep. Segundo o órgão, em 2006, as mulheres negras representavam 28% dos estudantes bolsistas do Prouni nos dez cursos mais procurados no ensino superior. Em 2020, o percentual cresceu para 38%. “Queremos mostrar que o movimento de mulheres negras na universidade é relevante e vem ganhando espaço. Sabemos que estamos longe do ideal, mas hoje temos muitas mulheres ganhando destaque na pesquisa”, diz Silvia.

Entre os temas que o Seminário abordará estão os mais variados, com 15 Grupos de Trabalho (GTs) que abordam educação, literatura, comunicação, design, relações de trabalho entre muitos outros. O Seminário será realizado presencialmente no câmpus Rebouças da Universidade Federal, e de forma online para participantes de fora de Curitiba. As participantes ainda receberão certificado de extensão e a ideia é publicar um material posteriormente.

Na prática, além de escrever o resumo, as autoras e coautoras apresentarão o trabalho e a única exigência para participação é que sejam mulheres negras que pesquisem tanto relações étnico-raciais, como também outros temas que estejam adequados aos grupos de discussão. “As pesquisadoras poderão inscrever trabalhos que estão em fase inicial ou em andamento, pois será um excelente momento de troca de ideias, e aquelas que já concluíram também são muito bem-vindas. Queremos ouvi-las, dar protagonismo às pesquisas”, disse ela.

Mesas de abertura

Além das discussões de trabalhos, o evento vai receber mulheres negras de destaque no cenário do ativismo negro, como a deputada federal Carol Dartora, que está apoiando o evento via emenda parlamentar, a vice-reitora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Joana Célia Passos, a socióloga do Instituto da Mulher Negra Geledés, Letícia Leobet Florentino, entre outras professoras negras de destaque nas Universidades.

“O Seminário será um espaço de socialização de pesquisas inserido na programação do Julho das Pretas, que acontece no Paraná desde 2019. Convidamos às pesquisadoras negras a inscreverem seus trabalhos, e à comunidade em geral a participar, ouvir, assistir aos debates propostos. Queremos dialogar com a sociedade a partir da perspectiva das mulheres negras. Temos muito a contribuir”, finaliza Silvia.

Sobre a Sipad

A Superintendência de Inclusão, Políticas Afirmativas e Diversidade (SIPAD) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) tem como missão propor, fortalecer e concretizar políticas de promoção de igualdade e da defesa de Direitos Humanos, visando o desenvolvimento de ações afirmativas; o reconhecimento da diferença e da diversidade; o atendimento aos direitos de pessoas com deficiência, altas habilidades/superdotação, pessoas surdas, pessoas negras, pessoas indígenas, quilombolas, comunidades tradicionais, povos do campo, mulheres, LGBTIs, migrantes, refugiados/as, solicitantes de refúgio ou portadores/as de acolhida humanitária, apátridas e outros grupos histórica e socialmente subalternizados, no âmbito acadêmico, pedagógico e institucional da comunidade da UFPR.

Serviço:

IV Seminário das Pretas Acadêmicas

Data: 26 e 27 de julho de 2024

Inscrições de trabalhos: até 05 de julho

Para acessar os GTs e mais orientações: https://sipad.ufpr.br/pretasacademicas2024/

Por SIPAD/UFPR

Sugestões

18 julho, 2024

Cartazes e panfletos resultantes da parceria de projetos de extensão serão apresentados em evento aberto à comunidade nesta sexta-feira (19) no Campus Jardim Botânico, em Curitiba.

18 julho, 2024

Respeitada a disponibilidade orçamentária institucional, a Prograd pode disponibilizar até 500 vagas de monitoria, das quais 100 serão reservadas à modalidade Fluxo Acadêmico.

18 julho, 2024

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), através da rede Coalizão Paraná pela Década do Oceano, em parceria com […]

17 julho, 2024

Pesquisadores do C3SL e do VRI vão trabalhar com IA sobre o arquivo histórico da Academia de Ciências de Berlim-Brandemburgo.