Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR participa da produção de máscaras de proteção ao Coronavírus em impressoras 3D

Laboratórios da Universidade Federal do Paraná (UFPR) estão participando de uma ação integrada para a impressão de equipamentos utilizados como proteção de equipes de saúde à frente da pandemia de Coronavírus. As impressoras 3D da instituição produzem estruturas para as máscaras, recurso indispensável para o atendimento de casos suspeitos e confirmados do vírus. 

Veja o vídeo do programa Informa, da UFPR TV, sobre a iniciativa:

Segundo o professor José Eduardo Padilha de Sousa, vice-diretor do campus da UFPR em Jandaia do Sul, um grupo da instituição dividiu o trabalho por regiões, em seus diversos campi, justamente para suprir demandas locais. Na sua unidade, por exemplo, são duas impressoras trabalhando diariamente, 24 horas por dia, com capacidade de produção de 20 máscaras.

Padilha conta que a equipe trabalhou para otimizar o processo, aliando o conforto necessário aos equipamentos à velocidade da impressão. De acordo com ele, tanto no Paraná, como no Brasil, laboratórios com impressoras 3D têm reunido esforços para suprir a alta demanda pelos equipamentos de proteção. “A gente está trabalhando pesado, temos um grupo grande de pessoas – acredito que todo mundo que tenha uma impressora 3D está trabalhando nisso”, destaca, acrescentando que o projeto é, também, produzir respiradores.

Impressora 3D em funcionamento (Foto: Divulgação)

“Temos que prezar para que os profissionais da saúde estejam bem protegidos, para que não pereçam e continuem seu trabalho no tratamento dos doentes”, explica o professor. Padilha conta que são 167 pessoas atuando nesta frente no Paraná.

Voluntariado

Uma dessas pessoas é o acadêmico do quarto ano do curso de Engenharia Agrícola, Edserson Monteiro. Ele é bolsista de iniciação científica e não pensou duas vezes antes de se aliar ao grupo que atua para contribuir com o sistema de saúde em um momento de escassez de equipamentos. Segundo ele, o objetivo da ação é proteger e dar conforto para quem vai utilizar as máscaras. “Como aluno não tem experiência melhor”, destaca. 

Em Curitiba, o professor Márcio Henrique de Sousa Carboni, do Departamento de Expressão Gráfica, coordena a produção de cerca de 20 unidades diárias, trabalho executado por três equipamentos. A linha de produção também conta com um cuidado da higienização do material, ensacado para não permitir contaminação. “Depois, alguém busca e finaliza a estrutura para distribuir”, explica.

O professor comenta que esta é uma forma de a universidade desenvolver seu trabalho utilizando a tecnologia com uma finalidade social. “Acho que é uma maneira de a gente retribuir para a sociedade. É importante neste momento a gente contribuir e dar um retorno, foi isso que me motivou a ajudar nessa causa”.

Impressão 3D

A tecnologia de impressão 3D vem sendo utilizada de diferentes formas na UFPR e, desde o início da pandemia de Coronavírusé uma alternativa para a fabricação de produtos utilizados no combate ao vírus. Em decreto, a Anvisa liberou que os equipamentos sejam fabricados sem autorização prévia do órgão. 

Saiba tudo sobre as ações da UFPR relacionadas ao Coronavírus

(Colaborou Rene Lopez/Agência Escola/UFPR TV)

Sugestões

A revista AtoZ: novas práticas em informação e conhecimento passa a integrar o Scimago Journal Rank
A revista AtoZ: novas práticas em informação e conhecimento é o periódico científico interdisciplinar...
Ações de divulgação científica da UFPR são apresentadas em encontro internacional na Espanha
As atividades de divulgação científica da Universidade Federal do Paraná (UFPR) foram apresentadas, esta...
Programa Startup Garage UFPR está com inscrições abertas
A Universidade Federal do Paraná (UFPR) por meio da Superintendência de Parcerias e Inovação (SPIn) em...
Na linha de frente da ação climática, comunidade global prioriza os alertas precoces para todos
Comemorado em 23 de março, o Dia Meteorológico Mundial foi instituído pela Organização das Nações Unidas...