Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR aprova concessão de título de Doutora Honoris Causa a Conceição Evaristo

Por unanimidade, o Conselho Universitário (Coun) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) aprovou nesta quinta-feira (5) a concessão de título de Doutora Honoris Causa à escritora, professora e doutora, Maria da Conceição Evaristo de Brito. 

Todo o processo foi iniciado em 7 de julho de 2023 pelo professor José Roberto Braga Portella, Chefe do Departamento de História, submetido ao Conselho Setorial de Ciências Humanas. Uma iniciativa em conjunto com o Departamento de História (Dehis), o Núcleo de Estudos de Gênero, o Departamento de Letras Estrangeiras Modernas (Delem), o Departamento de Literatura e Linguística (Dellin), o Departamento de Polonês, Alemão e Letras Clássicas (Depac), o Departamento de Ciências Sociais  (Deciso), o Setor de Educação e da Superintendência de Inclusão, Políticas Afirmativas e Diversidade (Sipad).

“É uma honra presidir a sessão do Conselho Universitário da UFPR que deliberou por unanimidade a concessão do título máximo de nossa instituição, de Doutora Honoris Causa, à Prof. Dra. Maria da Conceição Evaristo de Brito. Além de simbolizar o reconhecimento histórico, este título reafirma nosso compromisso da UFPR com uma política afirmativa em razão da diversidade e equidade, para uma sociedade mais justa”, afirma Ricardo Marcelo Fonseca, reitor da UFPR. 

Saiba mais sobre a trajetória e o currículo de Conceição Evaristo: 

Maria da Conceição Evaristo de Brito é linguista e escritora mineira. Nasceu em 29 de novembro de 1946 em Belo Horizonte, Minas Gerais. Maria trabalhou como empregada doméstica, mas se tornou professora e passou no vestibular de Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 1996 se torna mestra em Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ) e em 2011 conclui doutorado na Universidade Federal Fluminense (UFF). Conceição também atuou como professora em diversas instituições, tais como o Middlebury College, a PUC/Rio, a Universidade do Estado da Bahia (UNEB), a Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente Conceição é aposentada. Suas obras pertencem à literatura contemporânea e seus livros mostram a realidade das pessoas negras no Brasil. 

Conceição Evaristo. Foto: Sil Azevedo (@silazevedo_oficial)

“Uma referência para a escrita das mulheres negras brasileiras com as suas dores, com as suas dificuldades, com os seus sofrimentos, mas também com a sua capacidade de dar a volta por cima, com suas vitórias e alegrias. Ela se tornou uma grande referência da literatura afro-brasileira”, pontua Paulo Vinicius Baptista da Silva,superintendente da Sipad. 

Para Regiane Ribeiro, Diretora do Setor de Artes, Comunicação e Design (Sacod) da UFPR, ser relatora dessa concessão foi um dos melhores presentes que ela poderia ter recebido neste fim de ano. “A concessão desse título sinaliza não apenas o reconhecimento dessa mulher brilhante, mas sobretudo a contribuição da escritora, professora e doutora Conceição Evaristo em seu poder de usar a palavra na sua maior potência”, disse. 

Regiane ainda comenta: “Revisitar a trajetória de Conceição Evaristo e a sua obra me emocionou demais e deu à nossa Universidade, mesmo que tardiamente, a oportunidade de evidenciar os méritos desta grande intelectual, artista e figura pública. Mais do que isso, deu a UFPR a oportunidade de reconhecer e abrir caminho para reparar historicamente a desigualdade de gênero e de raça presente nas concessões de títulos públicos dados até a presente data e comprometer-se não apenas com a equidade nas concessões, mas com políticas e iniciativas que questionem as regras e dinâmicas sociais, culturais e econômicas que impedem o alcance de uma sociedade mais justa e igualitária”. Ribeiro conclui: “Que a Conceição Evaristo deixe de ser a exceção para ser a regra”. 

Paulo também lembrou das inúmeras qualidades da escritora e da parceria com a universidade. “Ela também é parceria do Neab (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros) desde os anos 2000. Ela lançou seus principais livros aqui pela UFPR no período de 2005 a 2010. Ministrou mini curso, participou da semana de letras e já veio várias vezes aqui a convite”. Conceição tem um diálogo permanente com o Neab da UFPR e a instituição. “É membro do nosso conselho editorial do núcleo de estudos afro-brasileiros”. Silva ainda finaliza dizendo que este momento é uma honra tanto para a autora quanto para a UFPR por ser uma pessoa qualificada e por conta das suas contribuições com a universidade. 

Doutor Honoris Causa

O título de Doutor Honoris Causa é a distinção máxima outorgada por uma universidade a pessoas destacadas por seu prestígio social ou reconhecida contribuição científica, intelectual, acadêmica, cultural ou artística.

Sugestões

Nota à Comunidade Acadêmica sobre o fim da greve dos professores
Em assembleia realizada na data de hoje (20/06), convocada pela Associação dos Professores da UFPR (APUFPR),...
Aluna da UFPR vence Congresso Internacional de Educação Médica e Inovação com startup
Entre os dias 08 e 10 de junho, Letícia Farias de Souza, aluna do 11º período do curso de Medicina da...
Aluno da UFPR recebe premiação na 47ª Reunião Anual da SBQ
No período de 22 a 25 de maio aconteceu a 47ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, ...
Projeto de Extensão da UFPR realiza podcast mensal; saiba mais
O Eduquê é um podcast mensal que promove a partilha de conhecimento qualificado por ativistas e acadêmicos...