Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

UFPR Acolhedora: campanha orienta comunidade acadêmica sobre recepção dos calouros

A Universidade Federal do Paraná lança nesta semana a campanha UFPR Acolhedora, que traz como lema “a universidade deve ser um espaço livre de violência e preconceitos”. A iniciativa acontece no momento em que a instituição inicia o primeiro semestre letivo de 2022 e recepciona novos estudantes.

A campanha reforça a importância de ressignificação da cultura de acolhimento dos calouros, inibindo atitudes violentas, ofensivas e discriminatórias, e também orienta sobre as atividades de recepção e canais de denúncia.

A prática do trote é proibida na UFPR. “A UFPR não tolera qualquer forma de violência, seja ela física, moral ou simbólica. Vamos sempre manter a universidade como o espaço aberto ao diálogo e de prioridade do respeito ao outro”, destaca o reitor Ricardo Marcelo Fonseca.

A semana de recepção dos calouros abrange um conjunto de atividades de natureza acadêmica, científica, artística, cultural, esportiva e recreativa. A programação é realizada pelas comissões setoriais e órgãos de representação estudantil, com apoio da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae).

Maria Rita de Assis César, pró-reitora de Assuntos Estudantis, destaca que a Prae recebe os novos estudantes com seus programas de assistência, apoio e acolhimento estudantil. “É grande a emoção dessa chegada presencial, com novos estudantes circulando pelos campi da universidade. Os desafios são grandes e os programas de assistência estudantil são fundamentais para a permanência dos estudantes na UFPR”.

Caso algum estudante sinta-se pressionado, passe por situação constrangedora ou violenta, ou ainda presencie abusos, deve encaminhar denúncia pelo telefone (41) 9402-1131 ou pelos e-mails alertatrote@ufpr.br e acolhe.sipad@ufpr.br. “A denúncia poderá ser feita anonimamente e há uma comissão da Prae para apurar e encaminhar para as unidades competentes”, reforça Maria Rita.

A Prae orienta que as denúncias sejam encaminhadas com informações sobre local, data e hora da ocorrência, tipo de violência e, se possível, identificação do denunciante e dos suspeitos de praticar a violência.

 

Sugestões

Desinfestação de fungos em livros fundiários do Incra é realizada na UFPR
O Laboratório de Geoprocessamento e Estudos Ambientais (Lageamb) em parceria com o Laboratório de Gestão...
Professor da UFPR é homenageado com a maior honraria da Sociedade Brasileira de Química
O professor do Departamento de Química da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Aldo Jose Gorgatti Zarbin,...
CHC-UFPR tem projeto aprovado em Programa de Apoio a Ambientes Promotores de Inovação no Paraná
O projeto tem por finalidade a estruturação do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde do CHC-UFPR Em...
UFPR em Jandaia do Sul recebe sua primeira carta-patente por produto redutor de defensivos agrícolas em superfícies de frutas
Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em Jandaia do Sul conquistaram um marco...