Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Sextas na pós aborda pesquisas sobre educação infantil e formação de professores

O projeto “Sextas na pós: conversas com professores(as)”, promovido pelos Programas de Pós Graduação em Educação e Letras, ainda no âmbito da abordagem da Cognição, Aprendizagem e Desenvolvimento Humano, traz nesta sexta-feira (5) quatro pesquisas com foco na educação infantil e em diferentes desafios da formação de professores. A programação tem início às 16h, com transmissão pelo canal do PPGE.

Fernanda Collete apresenta a pesquisa “O brincar na educação infantil: teoria e prática na formação e visão dos professores”. Sob orientação do professor Milton Carlos Mariotti, Fernanda aborda a visão e as práticas relativas ao brincar aplicadas por educadores da rede de educação infantil do município de Curitiba, evidenciando o brincar como uma das principais abordagens no processo de ensino na primeira infância a partir dos teóricos construtivistas.

A pesquisadora Larissa Rodrigues da Silva traz o debate sobre a formação inicial de professores que ensinam matemática na educação básica, analisando a produção acadêmica sobre a formação pedagógica nos cursos de licenciatura em matemática e pedagogia, com o objetivo de identificar as fragilidades evidenciadas no processo formativo dos docentes destas duas áreas. A pesquisa “Formação matemática nos cursos de licenciatura em pedagogia e formação pedagógica nos cursos de licenciatura em matemática no Brasil” é orientada pela docente Ettiène Guérios.

A pesquisa de Jimmy Schlettz Fernandes, denominada “Formação de coletivos escolares e os impactos na comunidade escolar” e orientada pela professora Sonia Maria Chaves Haracemiv, traz para a conversa o tema da gestão democrática evidenciando como este conceito se faz presente nas ações cotidianas e nos processos formativos dos coletivos escolares, bem como os impactos à comunidade escolar.

Para encerrar a conversa desta sexta-feira, será abordada a pesquisa “Emoções, práticas docentes e inclusão escolar na perspectiva histórico-cultural: interlocuções entre Lev S. Vigotski, Yves Clot e Michel De Certeau” de autoria de Paula Maria Ferreira de Faria sob a orientação da professora Denise de Camargo. O objetivo do estudo é compreender o processo de desenvolvimento das emoções e sua transformação nas práticas docentes inclusivas, a partir dos pressupostos da Psicologia Histórico-Cultural.

Projeto: “Sextas na pós: conversas com professores(as)”
Data:
5 de maio
Horário: das 16h às 18h
Transmissão: aqui

Sugestões

Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas realizará  2º Fórum NOvation
O Setor de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) através do Programa de...
UFPR terá palestra gratuita sobre  “Os Dinossauros do Brasil - 170 milhões de anos em evolução”
Serão duas palestras: do dia 20 e 21 de junho são direcionadas a crianças de 9 a 12 anos. Já a  palestra...
II Semana Científica de Biologia Celular e Molecular da UFPR acontece em julho
A Semana Científica de Biologia Celular e Molecular é um evento organizado anualmente pelo  Programa...
Concerto celebra o Centenário da instalação do órgão Speith da Igreja Bom Jesus dos Perdões
Em 13 de junho de 1924 era instalado o órgão da firma Speith, alemã, na Igreja Bom Jesus dos Perdões,...