SBPC: Ministério da Educação quer recompor orçamento do ensino superior e reestruturar o ensino médio 

27 julho, 2023
16:57
Por Jéssica Tokarski
UFPR

Em conferência realizada na 75ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), na manhã desta quinta-feira (27), o ministro da Educação, Camilo Santana, informou que receberá o relatório da consulta pública sobre o “Novo Ensino Médio”, realizada no início deste ano, na próxima sexta-feira (28) e que, a partir daí, a pasta deve construir uma proposta pautada no diálogo com a comunidade, com movimentos da sociedade civil na área da educação e com as instâncias federativas. 

O tema foi levantado a pedido do público que acompanhava a palestra. No início de abril, o Ministério da Educação (MEC) publicou portaria suspendendo o Cronograma Nacional de Implementação do Novo Ensino Médio e, na sequência, instaurou uma consulta pública para avaliação e reestruturação da política, que é alvo de críticas por parte de educadores, estudantes, especialistas e movimentos políticos desde a sua implementação, no governo de Michel Temer. 

“Com a suspensão da implantação, passamos três meses realizando essa consulta. Mais de 150 mil estudantes participaram do processo. Agora nós temos até o dia 5 de agosto para apresentar esse relatório e, a partir daí, tomar decisões. Tenho minhas críticas fortes com relação a isso, mas não é só uma decisão do ministro, todos precisam ser ouvidos”, declarou.

Ainda no que diz respeito ao ensino médio, o ministro se comprometeu a pensar em ações que fortaleçam a permanência dos jovens brasileiros nas salas de aula, diminuindo a evasão escolar, a garantir infraestrutura adequada e educação digital por meio da conectividade em todas as escolas públicas do país. 

Colégios com atividades em tempo integral e ensino profissionalizante são outras prioridades do ministério. Quanto à educação básica, Santana afirmou que o foco é garantir a alfabetização das crianças na idade adequada e uma melhor formação inicial dos professores, que deve vir acompanhada de valorização e respeito à carreira dos profissionais do magistério. 

O ministro informou, ainda, que pretende ampliar o acesso dos jovens ao ensino superior, garantindo que, pelo menos, 50% dos alunos brasileiros cheguem às universidades. “Vamos recompor o orçamento das universidades e institutos federais, assim como das bolsas fornecidas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e dos programas de permanência estudantil”, disse, lembrando que a maior parte da pesquisa do país é feita nas universidades públicas. 

“É uma questão de princípio, acredito que o único caminho que temos pra construir um país soberano, independente, igualitário e com justiça social é investirmos fortemente em educação, ciência, tecnologia. Educação se faz com planejamento, não se transforma educação em curto prazo. É preciso planejamento, pactuação, responsabilidade e vamos fazer isso. Viva a educação e a SBPC!”, concluiu o coordenador da pasta. 

Santana foi o terceiro ministro do governo a falar para o público da 75ª Reunião Anual da SBPC. Nesta quarta-feira (26), foi possível acompanhar a Sessão Especial da 5ª Conferência Nacional de CT&I com a participação da ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos; e, na terça-feira (25) uma conferência com a ministra da Saúde, Nísia Trindade. 

A programação do maior evento científico da América Latina segue até sábado (29), com atividades científicas e culturais gratuitas para crianças, jovens e adultos. As atrações são abertas para toda a comunidade. Confira aqui a programação completa

Sugestões

18 julho, 2024

Cartazes e panfletos resultantes da parceria de projetos de extensão serão apresentados em evento aberto à comunidade nesta sexta-feira (19) no Campus Jardim Botânico, em Curitiba.

18 julho, 2024

Respeitada a disponibilidade orçamentária institucional, a Prograd pode disponibilizar até 500 vagas de monitoria, das quais 100 serão reservadas à modalidade Fluxo Acadêmico.

18 julho, 2024

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), através da rede Coalizão Paraná pela Década do Oceano, em parceria com […]

17 julho, 2024

Pesquisadores do C3SL e do VRI vão trabalhar com IA sobre o arquivo histórico da Academia de Ciências de Berlim-Brandemburgo.