“Rocket Girls: Meninas nas Ciências” promove integração entre UFPR, educação básica e IFPR

20 março, 2023
17:15
Por Bruna Goncalves
Ciência e Tecnologia

O programa de extensão “Rocket Girls: Meninas nas Ciências”, do Setor Palotina da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e do Instituto Federal do Paraná (IFPR) de Assis Chateaubriand, foi contemplado pelo edital Futuras Cientistas, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O projeto das “meninas foguetes” visa incentivar alunas e professoras da educação básica a desenvolverem pesquisas.

As investigações vem sendo feitas por meio das disciplinas de Biologia, Computação, Física, Matemática e Química e de Engenharias do Setor Palotina, com bolsas financiadas pelo CNPq para alunas e docentes da rede estadual de educação. 

Meninas de onze município – entre eles, Campo Magro, Icaraíma, Almirante Tamandaré, Ivaiporã, Curitiba, São José dos Pinhais e Jandaia – reuniram-se em Palotina, no início do ano, para realizar atividades sobre arduino, robótica, minifoguetes, astronomia, planetário, observação do céu – com e sem telescópio – e astrofotografia. O Departamento Engenharias e Exatas (DEE) da Universidade forneceu transporte para viabilizar as ações presenciais do projeto.

“Elas puderam fazer iniciação científica e participar de práticas de Física e de Química – como a medida da circunferência da Terra e o Teste da Chama”, relata Mara Fernanda Parisoto, professora do DEE e coordenadora do Rocket Girls na UFPR. O experimento consiste em levar ao fogo diferentes amostras de sais, com o objetivo de identificar, por meio da cor das chamas, elementos presentes em cada composto.

Participaram do encontro, realizado entre 16 e 20 de janeiro, representantes do Clube de Ciências Cosmos, de Francisco Alves, coordenado por Lucas Ferreira da Silva, professor de Física; e do IFPR de Assis Chateaubriand, sob coordenação do professor de Física Bruno Garcia Bonfim.

Reuniões online foram realizadas com o objetivo de aprofundar as pesquisas desenvolvidas no projeto.

Relatos

“Senti minhas energias renovadas por conviver com tantas pessoas jovens, empolgadas e persistentes. Fomos com a ideia de fazer uma imersão científica e isso realmente aconteceu: a semana toda com atividades nos três turnos que nos envolveram em uma atmosfera de pesquisa”, afirma Marlene Salete Koch Lins, professora de Biologia de Curitiba. A educadora destaca o acolhimento recebido no Setor Palotina e a relevância da vivência. “Foi uma experiência inesquecível, com vínculos permanentes e que deverão resultar em mudanças nas perspectivas de vida das futuras cientistas.”

Eliane da Silva Coelho, participante do evento, integra o grupo de profissionais que atuam na educação básica de Computação. “Estar no ambiente da Universidade Federal foi marcante, pois, mesmo não fazendo parte dela, pudemos presenciar a rotina dos professores e alunos. O que serve como incentivo, já que a instituição é referência no ensino”, pontua.

A estudante Giovanna do Pilar Pockrandt, de 17 anos, conheceu Palotina por meio do programa de extensão. “Aprendi um monte de coisas novas, que eu provavelmente nunca aprenderia no ensino público normal, e tive a oportunidade de conhecer uma cidade. O projeto ajudou a esclarecer meus planos para a universidade e mostrou que a ciência não precisa ser complicada. E que ela ainda não tem todas as respostas que parecem simples aos nossos olhos”, conclui.

A coordenadora do Rocket Girls na instituição destaca que há previsão de seleção, em março, pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU), para ingresso nos cursos de licenciatura do Setor Palotina pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Sugestões

18 julho, 2024

Cartazes e panfletos resultantes da parceria de projetos de extensão serão apresentados em evento aberto à comunidade nesta sexta-feira (19) no Campus Jardim Botânico, em Curitiba.

18 julho, 2024

Respeitada a disponibilidade orçamentária institucional, a Prograd pode disponibilizar até 500 vagas de monitoria, das quais 100 serão reservadas à modalidade Fluxo Acadêmico.

18 julho, 2024

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), através da rede Coalizão Paraná pela Década do Oceano, em parceria com […]

17 julho, 2024

Pesquisadores do C3SL e do VRI vão trabalhar com IA sobre o arquivo histórico da Academia de Ciências de Berlim-Brandemburgo.