Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Programa de extensão Solo na Escola da UFPR lança publicação sobre conservação do solo

O Programa de Extensão Solo na Escola da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em parceria com o Núcleo Estadual Paraná da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, está lançando a publicação “Conservando o Solo: abordagem para professores do ensino fundamental e médio do estado do Paraná”. O material está disponível para download gratuito por meio deste link.

A publicação apresenta informações para os professores da educação básica a respeito dos principais problemas relacionados à conservação do solo no estado do Paraná. O texto discute suas causas, consequências e maneiras de preservar este importante recurso natural, tanto na área rural quanto urbana.

De acordo com o engenheiro agrônomo Oromar João Bertol, um dos autores da publicação, o Paraná tem destaque no cenário nacional como um grande fornecedor de produtos agrícolas. “Grande parte dessa produção é destinada ao abastecimento da população paranaense e brasileira, o que contribui para a segurança alimentar, bem como para a exportação. Estes produtos agrícolas são gerados pelo solo, sendo este, portanto, a fonte de toda essa riqueza”, afirma. 

Bertol destaca que para que a segurança alimentar e a geração de riqueza sejam proporcionados para esta e futuras gerações, é necessário que o solo seja preservado por meio de medidas conservacionistas que controlem o fenômeno da erosão hídrica. Esse fenômeno contribui para degradar rapidamente os solos paranaenses, os quais levaram um considerável tempo para serem formados.

Segundo o professor Jeferson Dieckow, também autor da publicação, a natureza demora de 200 a 400 anos para formar um único centímetro de solo, o que o torna um recurso finito e não renovável. “O Paraná está numa das melhores regiões do mundo para agricultura, com chuva e sol o ano todo e com solos de alto potencial de uso. É nada mais que nossa obrigação preservar este patrimônio da sociedade, seja fazendo uma agricultura sustentável, seja contribuindo para a sensibilização e futura conscientização dos nossos estudantes e da sociedade em geral sobre o valor do solo”, destaca.

Além de servir como meio para a produção de alimentos, o solo, de acordo com o Bertol, também tem a função de armazenar ao menos parte da água da chuva que chega até ele e protegê-la de contaminantes, o que contribui para a segurança hídrica. “A erosão hídrica é a maior causa de degradação do solo e contaminação das águas superficiais – como rios, lagos e represas –, além de contribuir para a ocorrência de enchentes”, ressalta.

Com informações Solo na Escola/UFPR
Editado por Thiago Fedacz sob supervisão de Bruna Soares

Foto de destaque: Divulgação Solo na Escola/UFPR.

Sugestões

Aluna da UFPR vence Congresso Internacional de Educação Médica e Inovação com startup
Entre os dias 08 e 10 de junho, Letícia Farias de Souza, aluna do 11º período do curso de Medicina da...
Aluno da UFPR recebe premiação na 47ª Reunião Anual da SBQ
No período de 22 a 25 de maio aconteceu a 47ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química, ...
Projeto de Extensão da UFPR realiza podcast mensal; saiba mais
O Eduquê é um podcast mensal que promove a partilha de conhecimento qualificado por ativistas e acadêmicos...
NC/UFPR promove encontro de elaboradores de provas para concursos e processos seletivos
Cerca de 140 pessoas participaram, no último domingo (16), do “Encontro de elaboradores de prova”, realizado...