Imagem Padrão

Professores da UFPR tomam posse na Academia Brasileira de Ciências

06 maio, 2013
10:41
Por
Professores Yun e Iacomini

Professores Yuan Jin Yun e Marcello Iacomini

Dois professores da UFPR agora são membros titulares da Academia Brasileira de Ciências. Yuan Jin Yun assumiu na área de Ciências Matemáticas e Marcelo Iacomini na de Ciências Biológicas. A cerimônia de posse dos 37 novos membros, eleitos por seus pares dentre os mais qualificados cientistas do país, foi realizada no Rio de Janeiro, durante a Reunião Magna da Academia Brasileira de Ciências de 2013, de 6 a 8 de maio e tem como tema “Desenvolvimento Científico-Tecnológico: Rumo a Novos Patamares”.

Nascido na China e naturalizado brasileiro, Yuan Jin Yun é considerado um dos líderes na área de matemática no Brasil, com trabalhos de grande relevância na área de álgebra linear teórica, numérica e aplicações. Seu trabalho científico tem duas etapas. A primeira na China, com trabalhos de computação do campo eletromagnético. A segunda, no Brasil, depois de seu doutorado no IMPA, finalizado em 1993, contribui para sistemas lineares do tipo ponto-sela, com aplicação em engenharias. Atualmente, o professor Yun trabalha para articular um Instituto de Matemática Industrial e Inovação Tecnológica, representando um centro de matemática aplicada integrador da pesquisa acadêmica e desenvolvimento em empresas. Tem pós-doutorado na Stanford University (EUA) e na Simon Fraser University (Canadá).

O professor Marcello Iacomini trabalha com pesquisas na área de Química de Carboidratos e atividade biológica de polissacarídeos. Atualmente, vem desenvolvendo estudos com diversos polímeros presentes em cogumelos comestíveis e também polímeros com atividade antitrombótica. Também, com carboidratos isolados de vegetais que apresentem ação fitoterápica. É professor da UFPR desde 1975, tendo pós-doutorado em Química de Carboidratos no Istituto de Chimica e Biochimica G. Ronzoni, de Milão, Itália. Segundo ele, a Academia Brasileira de Ciências tem por objetivo divulgar e fomentar a produção científica no Brasil, portanto “integrar essa entidade deve trazer mais responsabilidade em relação às minhas linhas de pesquisa e produção científica como também aprimorar jovens que estão desenvolvendo pesquisas sob meus cuidados”. Além disso, ele explica que será possível atuar junto com a comunidade científica do Paraná visando a inovação e aprimoramento de uma política de Ciência e Tecnologia.

A Academia Brasileira de Ciências, fundada em 1916, estará na data celebrando seu aniversário de 97 anos. A entidade abrange dez áreas: Ciências Matemáticas, Ciências Físicas, Ciências Químicas, Ciências da Terra, Ciências Biológicas, Ciências Biomédicas, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias, Ciências da Engenharia e Ciências Sociais.

 

Sugestões

18 julho, 2024

Cartazes e panfletos resultantes da parceria de projetos de extensão serão apresentados em evento aberto à comunidade nesta sexta-feira (19) no Campus Jardim Botânico, em Curitiba.

18 julho, 2024

Respeitada a disponibilidade orçamentária institucional, a Prograd pode disponibilizar até 500 vagas de monitoria, das quais 100 serão reservadas à modalidade Fluxo Acadêmico.

18 julho, 2024

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), através da rede Coalizão Paraná pela Década do Oceano, em parceria com […]

17 julho, 2024

Pesquisadores do C3SL e do VRI vão trabalhar com IA sobre o arquivo histórico da Academia de Ciências de Berlim-Brandemburgo.