Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Pesquisadores mapeiam subnotificações de Covid-19 em ferramenta colaborativa

Uma equipe de pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) desenvolveu uma plataforma que mapeia casos confirmados e suspeitos de Covid-19 no Brasil.

O Colabcovidbr é baseado em informações anônimas e em de dados de localização fornecidos pelos usuários. O projeto é coordenado pela professora Luciene Delazari, do Departamento de Geomática da UFPR e por André Mendonça, doutor em Ciências Geodésicas pela UFPR e professor do Departamento de Ciências Florestais da Ufam. Participa também a aluna Ana Luiza Skroch, do curso de Engenharia Cartográfica e de Agrimensura da UFPR, que fará o seu TCC a partir dos dados coletados.

O objetivo do grupo é diagnosticar as subnotificações de casos e óbitos relacionados à Covid-19, por meio da cartografia colaborativa. A professora Luciene relata que a cartografia colaborativa envolve a colaboração voluntária de qualquer pessoa que tenha interesse em enviar dados a respeito do fenômeno que está sendo mapeado. Um exemplo é o aplicativo Waze, no qual motoristas informam problemas no trânsito.

Com a localização dos usuários, é possível visualizar onde estão concentrados os casos de Covid-19 em determinada região. Foto – Reprodução

 

O site tem dois tipos de formulários: um para casos de doenças e outro para os óbitos. Não é necessária nenhuma inserção de informações pessoais. O cadastro pede identificação do local (com aproximação de até 100m da localização real), informações sobre isolamento e internação. Para colaborar com dados sobre a doença, acesse aqui.

Aos pesquisadores, interessa saber uma localização aproximada, o quantitativo, e, se possível, uma ideia sobre o isolamento e a utilização do sistema hospitalar. Para Luciene Delazari, os dados poderão ser utilizados para entender como algumas questões sociais podem influenciar no comportamento da pandemia. “Juntamente com outros dados socioeconômicos que serão obtidos a partir de consultas ao IBGE ou aos dados oficiais de cada região mapeada, será possível fazer análises espaciais, identificar áreas mais vulneráveis e verificar se apresentam algum padrão social em comum”, explica a docente.

A plataforma é um projeto da Ushahidi, organização queniana que trabalha no empoderamento de comunidades por meio de ações colaborativas, adaptado para o cadastro de casos do novo coronavírus.

Confira iniciativas e projetos da UFPR no combate ao novo coronavírus

Com informações da equipe Ascom Ufam 

Sugestões

Projeto de extensão leva Sessões Culturais para Escolas e Centros de Educação Infantil de Matinhos
O Mundo Mágico da Leitura, programa de extensão da Universidade Federal do Paraná (UFPR) reconhecido...
Núcleo de PD de Energia Autossustentável lança seu mais novo trabalho; saiba mais
O Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Energia Autossustentável (NPDEAS) da Universidade Federal do...
Voluntários das Universidades Federais unem esforços em apoio ao Rio Grande do Sul
As Universidades Federais de Minas Gerais, Paraná, Universidade de Uberaba, Instituto Federal do Sul...
UFPR e Neodent realizam juntas a atividade de extensão “Expedição novos sorrisos” 
Em parceria com a Neodent, a Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do curso de Odontologia,...