Imagem relativa ao projeto Napi Paraná Faz Ciência

NAPI Paraná Faz Ciência lança a Rede de Clubes para escolas estaduais

10 julho, 2024
10:39
Por Jéssica Tokarski
Ciência e Tecnologia

O Novo Arranjo de Pesquisa e Inovação (NAPI) Paraná Faz Ciência tem entre seus objetivos organizar uma Rede de Clubes de Ciências em escolas de Educação Básica da Rede Estadual de Ensino do Paraná. Essa meta agora se concretiza por meio do financiamento da Fundação Araucária (FA) em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e a Secretaria de Estado da Educação (SEED). O NAPI e a SEED lançaram, na última quinta-feira (4), o edital para seleção e implantação das propostas oriundas das escolas para compor a Rede de Clubes Paraná Faz Ciência.

A Rede de Clubes vai implementar ações que ajudem a desenvolver a pesquisa científica na Educação Básica. A meta é contribuir com a formação pessoal e social dos participantes, ajudando-os a fazerem escolhas e intervenções conscientes e pautadas nos princípios da sustentabilidade e do bem comum. Nessa dinâmica, o protagonismo do estudante é incentivado, assim como há o aprimoramento das práticas docentes.

“A ideia é a construção de ambientes onde estudantes possam mergulhar no contexto científico e tecnológico, aproximando a ciência da vida cotidiana. A iniciativa quer proporcionar a crianças e adolescentes um novo olhar sobre o mundo que os cerca, trazendo o pertencimento ao mundo da ciência”, explica uma das articuladoras do NAPI PRFC, a professora da Universidade Estadual de Maringá (UEM), e assessora da FA, Débora Sant’ Ana.

Interação

Um fator de destaque no caminho da execução das ações da Rede de Clubes Paraná Faz Ciência é a articulação das escolas de Educação Básica com centros de desenvolvimento de pesquisa, conceito inspirado na Rede Ciência Viva de Portugal, que atualmente envolve cerca de 900 clubes e mais de 700 mil estudantes organizados em uma rede nacional.

Inspirada no modelo português, mas com características e identidade próprias, a Rede de Clubes Paraná Faz Ciência tem como atores, além da Fundação Araucária e a SETI, as escolas públicas vinculadas à SEED-PR, as Instituições de Ensino Superior (IES) e as demais instituições integrantes do NAPI Paraná Faz Ciência.

Esses ambientes, enfim, vão se constituir como novos espaços de trabalho colaborativo, amplificando a cultura científica dos estudantes das escolas da Rede Estadual de Ensino do Paraná e habilitando esses jovens para desenvolver a ampla cidadania.

Assim, outra importância do projeto é a possibilidade de ampliação de atividades consolidades de Ciência Cidadã, propostas e executadas pelo Programa Interinstitucional de Ciência Cidadã na Escola (PICCE) criado em 2019 com a coordenação da UFPR e, também, vinculado ao NAPI PRFC.

“Nesse caminho, os clubes de ciências partem de uma proposta de ciência mais participativa, inclusiva e com projetos validados por pesquisadores da Rede Paraná Faz Ciência para a sua execução frente à realidade escolar. Esta expertise permite que novos projetos possam ser pensados e validados em diferentes realidades locais”, acrescenta o outro articulador do PRFC, o professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e um dos coordenadores do projeto, Rodrigo Reis.

O NAPI Paraná Faz Ciência é uma rede de pesquisadores em Divulgação Científica e Educação para a Ciência formada pelas 12 universidades públicas do estado do Paraná, coordenadas pelos professores Rodrigo Arantes Reis da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Débora Gonçales Melo da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Lançamento

O projeto-piloto da Rede Clubes Paraná Faz Ciência prevê a criação de 200 Clubes em 2024. Serão aproximadamente cem clubes em escolas de tempo integral em que o clube se integra à matriz curricular, em um total de duas horas semanais. As demais escolas serão selecionadas entre as que adotam os clubes em contraturno e, neste caso, a dedicação esperada é de três horas semanais.

As etapas de implementação incluem: a seleção das escolas e dos docentes por meio de edital próprio lançado pela SEED; o cadastro na plataforma da Rede Paraná Faz Ciência; e a formação continuada dos envolvidos utilizando os ambientes virtuais da Universidade Virtual do Paraná (UVPR).

Cada Clube de Ciência será constituído a partir de um regimento geral. Na dinâmica das atividades, deverá haver periodicidade nos encontros, com a carga horária de acordo com o tipo de escola associada. Caberá às escolas o desenvolvimento das atividades previstas no plano de trabalho apresentado pela Rede Paraná Faz Ciência e das metas apresentadas nos projetos elaborados para concorrer ao edital. Entre as atribuições das escolas está, ainda, a cessão do espaço físico para realização das atividades.

“Neste sentido, a proposta é desenvolver aspectos da prática científica, como a importância do trabalho em grupo, o senso crítico, a resolução de problemas e o processo contínuo do fazer ciência, tornando a educação científica mais significativa”, descreve Reis.

Um grupo de gestão ainda vai dar sustentação às ações da Rede, apoiando o desenvolvimento de pesquisas locais, com base no reconhecimento da realidade das escolas e regiões, e a participação em feiras de ciências com a apresentação de resultados obtidos em cada clube.

UFPR e NAPI na SBPC

No último domingo (7) teve início a programação oficial da 76ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), este ano realizada na Universidade Federal do Pará (UFPA). O LabMóvel UFPR está representando a universidade junto com a equipe do NAPI Paraná Faz Ciência.

Os projetos de Ciência Móvel (carretas, ônibus, trailers) vão integrar a SBPC Jovem, ambiente com exposições totalmente interativas destinadas a crianças, jovens e adultos.

Sessão de abertura da 76ª Reunião Anual da SBPC
Sessão de abertura da 76ª Reunião Anual da SBPC, no Theatro da Paz. Foto: Caetano Scannavino.

Reis destaca que essa articulação de iniciativas de popularização da ciência em Rede que o Paraná está promovendo é inédita. Na SBPC, essa interação fica clara com a participação conjunta do LabMóvel, do C² e do Museu Dinâmico Interdisciplinar da Universidade Estadual de Maringá (UEM), entre outros projetos, em um grande espaço compartilhado.

“A SBPC é um evento-chave. A SBPC Jovem, principalmente, é um evento enorme de divulgação científica, que atrai os principais atores da área, e da ciência e tecnologia no Brasil. Então, é uma grande vitrine poder apresentar as estratégias que provam que o Paraná faz ciência, apoia quem faz e leva o conhecimento produzido por ela para as pessoas, de diferentes formas”, resume o coordenador.

Acompanhe mais do Paraná Faz Ciência na SBPC aqui.


Serviço

Prazo de inscrição : 22 de julho a 9 de agosto

Edital: acesse aqui o edital

Contato: clubes@paranafazciencia.org


Instituições parceiras

O NAPI Paraná Faz Ciência é uma rede de pesquisadores em Divulgação Científica e Educação para a Ciência formada pelas 12 universidades públicas do estado do Paraná, coordenadas pelos professores Rodrigo Arantes Reis da UFPR e Débora Gonçales Melo da UEM.

Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Universidade Federal da Integração Latino Americana (UNILA) e Instituto Federal do Paraná (IFPR), Universidade Estadual de Londrina (UEL), Universidade Estadual de Maringá (UEM), Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Universidade do Norte do Paraná (UENP), Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

Com informações de Paraná Faz Cência

Sugestões

24 julho, 2024

O linguista Carlos Alberto Faraco e o professor de literatura brasileira Fernando Gil são finalistas na categoria Letras, Linguística e Estudos Literários; Maria Isabel Limongi, na de Filosofia.

23 julho, 2024

Coalizão Paraná pela Década do Oceano já reúne cerca de 90 pesquisadores paranaenses em torno da cooperação e da divulgação de conhecimento sobre temas oceânicos.

22 julho, 2024

Na tarde desta sexta-feira (19/07), a reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR) realizou uma reunião com representantes […]

22 julho, 2024

Nos dias 20 e 21 de julho o Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (CHC-UFPR) […]