Livro aborda aspectos da economia que incidem no mundo rural brasileiro 

02 julho, 2024
10:41
Por Jéssica Tokarski
Ciência e Tecnologia

O livro digital “O Brasil rural: Novas interpretações”, publicado pela editora Baraúna e distribuído on-line de forma gratuita, oferece 15 artigos para discutir ângulos distintos do processo da revolução operada na economia agropecuária brasileira, que vem ocorrendo durante um período aproximado de duas gerações, acelerando-se notavelmente no presente século. 

O economista Junior Ruiz Garcia, professor do Departamento de Economia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), assina o sétimo capítulo da obra, intitulado “O Brasil rural: interpretações da Economia Ecológica”. No texto, Garcia apresenta uma análise que enfatiza o avanço econômico-monetário da produção e do rendimento da economia agropecuária, com destaque para o papel das tecnologias. 

O capítulo foca em dois temas centrais: a ocupação do território e o debate crítico sobre a produtividade. O professor sustenta que a ocupação do território tende a promover o relativo esgotamento na utilização do recurso terra e, quanto à produtividade, aponta que os resultados seriam sobrestimados, em especial a respeito do papel dos fatores de produção e da tecnologia, mas subestimadas para a terra, além da ausência dos serviços ecossistêmicos. Concluindo, assim, que as análises ignoram o fluxo de matéria e energia, os quais são essenciais para a realização da fotossíntese e do papel dos serviços ecossistêmicos, como a relativa estabilidade climática. 

O livro é organizado por Maria Thereza Macedo Pedroso, Marlon Vinícius Brisola e Zander Navarro. Para ler o capítulo completo e o restante da publicação, acesse a obra aqui

Sugestões

18 julho, 2024

Cartazes e panfletos resultantes da parceria de projetos de extensão serão apresentados em evento aberto à comunidade nesta sexta-feira (19) no Campus Jardim Botânico, em Curitiba.

18 julho, 2024

Respeitada a disponibilidade orçamentária institucional, a Prograd pode disponibilizar até 500 vagas de monitoria, das quais 100 serão reservadas à modalidade Fluxo Acadêmico.

18 julho, 2024

A Universidade Federal do Paraná (UFPR), através da rede Coalizão Paraná pela Década do Oceano, em parceria com […]

17 julho, 2024

Pesquisadores do C3SL e do VRI vão trabalhar com IA sobre o arquivo histórico da Academia de Ciências de Berlim-Brandemburgo.