Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

José Henrique Pedrosa Macedo recebe título de Professor Emérito da UFPR

Em sessão solene realizada nesta quinta-feira (14), no auditório do CIFLOMA, no Campus Jardim Botânico, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) outorgou o título de Professor Emérito ao engenheiro florestal e Doutor em Ciências Naturais, José Henrique Pedrosa Macedo. Pedrosa nasceu em Conquista, no Estado de Minas Gerais, graduando-se em Engenharia Florestal em 1969 pela UFPR. No período de 1969 a 1971, exerceu as funções de Engenheiro Florestal na iniciativa privada. Já em 1977 obteve o título de Doctor rerum Naturalium, pela Universidade Albert Ludwigs – Freiburg, na Alemanha. Nos anos seguintes, continuou alcançando inúmeras realizações.

A mesa de honra foi composta pela  vice-reitora da UFPR, Graciela Inês Bolzon de Muniz, o diretor do Setor de Ciências Agrárias, professor Volnei Pauletti e o vice-diretor do Setor de Ciências Agrárias, professor João Carlos Bespalhok Filho. O professor José Henrique Pedrosa Macedo foi acompanhado até a mesa solene pelo professor Marcio Pereira da Rocha, do Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal da UFPR. 

Foto: Leonardo Bettinelli

“É um momento de muita felicidade estar aqui prestigiando o nosso querido professor Emérito da Universidade Federal do Paraná. É um momento de muita  emoção para mim por ser Engenheira Florestal e está aqui é minha casa, no Setor de Agrárias”, disse a vice-reitora Graciela Inês Bolzon de Muniz. 

O Professor Emérito é aquele que contribuiu e que não só fez o papel normal que a gente é contratado pra fazer na universidade. É ser docente, é ser formador de pessoas, mas faz pesquisa, participa da gestão e influencia significativamente o setor com o qual se dedica, no caso especificamente, o Setor de Ciências Florestais”, afirmou o diretor do Setor de Ciências Agrárias, professor Volnei Pauletti, que considera como os principais objetivos desse título a homenagem a quem dedicou seu tempo e sua vida à universidade e ao merecimento dele. 

Diretor do Setor de Ciências Agrárias da UFPR, professor Volnei Pauletti. Foto: Leonardo Bettinelli

O título de professor Emérito é concedido por universidades a professores já aposentados que tenham se destacado no exercício de sua atividade acadêmica, atingindo alto grau de projeção e relevância em sua área de atuação. 

Diploma de Professor Emérito. Foto: Leonardo Bettinelli

A professora Christel Lingnau, do Departamento de Ciências Agrárias da UFPR, homenageou o professor Pedrosa com muita emoção.. “O professor Pedrosa sempre trabalhou engajado e ainda é com os demais colegas do curso de Engenharia Florestal da UFPR, para que o curso se tornasse conhecido internacional e nacional. O professor nunca mediu esforços e hoje somos conhecidos internacionalmente”. 

Professora Christel Lingnau, do Departamento de Ciências Agrárias da UFPR. Foto: Leonardo Bettinelli

“Foi muita emoção porque eu nunca fiz pensando nisso e veio por consequência do trabalho e eu quando estava na Alemanha terminando o meu doutorado eu fui convidado para ficar lá, mas eu disse que precisava voltar porque eu tinha uma missão para terminar no Brasil e tá aí o resultado”, declara o professor Pedrosa. 

Pedrosa contribuiu, e continua contribuindo, com a UFPR de inúmeras formas. De 1984 a 1986, foi coordenador do curso de Pós-Graduação em Engenharia Florestal na UFPR. Durante sua carreira docente teve destaque no Programa de Pós-Graduação  em Entomologia e no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal da UFPR, colaborando para a formação dos primeiros mestres doutores florestais no Brasil. Um legado também em sua trajetória pela UFPR, foi sua contribuição com a fundação da FUNPAR, em 1980. Como membro fundador, Pedrosa foi diretor de pesquisas da FUNPAR. Atualmente é professor aposentado da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal (Proteção Florestal), com ênfase em Plantas Exóticas Invasoras, atuando principalmente nos seguintes temas: controle biológico de plantas, araçazeiro, aroeira mansa, trapoeraba, manacá mirim, amarelinho, senecio, ervas dos pampas, fumo bravo, pau incenso, alfeneiro e controle biológico de plantas tóxicas e aquáticas.

José Henrique Pedrosa Macedo, homenageado a professor Emérito da UFPR. Foto:Leonardo Bettinelli

No final da sessão solene, todos puderam prestigiar o descerramento de uma placa em sua homenagem ao professor José Henrique Pedrosa Macedo, feita pelo Curso de Engenharia Florestal.

Foto: Leonardo Bettinelli

Sugestões

UFPR sobe e está entre as 3,7% melhores instituições do mundo
A Universidade Federal do Paraná (UFPR) está entre as melhores do mundo na edição 2024 da lista global...
Equipamento para radioterapia no CHC-UFPR traz ganhos para áreas assistencial e de ensino
Com instalação de acelerador linear, hospital passa a oferecer tripé completo de tratamento para pacientes...
CHC-UFPR tem projeto aprovado em Programa de Apoio a Ambientes Promotores de Inovação no Paraná
O projeto tem por finalidade a estruturação do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde do CHC-UFPR Em...
Vídeo da UFPR no Instagram viraliza e atinge 1 milhão de visualizações
Um vídeo publicado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) em seu perfil oficial no Instagram alcançou...