Logo UFPR

UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARANÁ

Aluno do PPGCOM da UFPR é vencedor do 11ª prêmio Abrapcorp de Dissertações 2024

Bruno Rafael dos Santos, é aluno do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Paraná (PPGCOM/UFPR). Com o tema da sua dissertação “ Sou, logo represento? A temática LGBTI+ na comunicação digital de deputadas e deputados estaduais gays, lésbicas, bissexuais e transexuais durante a legislatura 2019-2022”, Bruno se inscreveu para o Prêmio  Abrapcorp 2024 e foi finalista. 

“Algo que trago na dissertação é como essa comunicação digital vem possibilitando uma reparação de visibilidade para grupos até então sub representados. E busco provar isso analisando as redes sociais das deputadas e deputados estaduais LGBTI+ que exerceram o cargo entre 2019-2022”, disse Bruno dos Santos. 

A orientadora Michele Goulart Massuchin explica que “a questão LGBT com a representação política já era um interesse que vinha do Bruno, que foi me orientando e hoje é meu orientando no doutorado, inclusive dando continuidade à pesquisa. Então, foi uma ideia do Bruno que já veio bastante madura para o programa e a gente só precisou fazer pequenos ajustes”. 

Bruno Rafael dos Santos ao lado da orientadora Michele Goulart Massuchin. Foto: Arquivo pessoal

Michele também ressalta que essa  é uma grande conquista  e reconhecimento do trabalho feito durante o período do mestrado. “A gente tem pouquíssimos trabalhos que fazem essa relação da representação política com determinados políticos, eleitos, enfim. Então eu acho que o prêmio representa muito o reconhecimento de uma pesquisa, mas principalmente de uma pesquisa muito bem feita porque a pesquisa do Bruno ajuda a cobrir uma lacuna nos estudos na área, na sub-área da comunicação e política”. 

A escolha do tema

Bruno explica que a  proposta de sua pesquisa surgiu da sua  observação enquanto profissional de comunicação de como políticos eleitos vinham trabalhando as redes sociais como forma de prestar contas do seu trabalho para a população e também na tentativa de manter um diálogo com o eleitor no período não-eleitoral de mandato. 

“E aí comecei a encontrar estudos que falavam justamente de como a comunicação pode também ser uma ferramenta para o exercício da representação. Nesse caso, uma representação contínua, para além do voto, em que o eleito está constantemente em contato com os cidadãos e resolvi focar em parlamentares LGBTI+ por ser um grupo que só começou a conquistar espaço político e ocupar cadeiras legislativas de forma recente. Feito com muita influência da comunicação, tanto a de veículos tradicionais como as redes sociais, que por dar mais visibilidade ao tema, possibilitou o destaque a lideranças da pauta”, pontua Bruno. 

A inscrição  para participar do Abrapcorp 2024 

Bruno fez sua defesa de dissertação em julho de 2023 e no começo de ano, quando abertas as inscrições pro prêmio Abrapcorp que contemplava as dissertações apresentadas ao longo do último ano, submeteu o seu  trabalho, visto que sua temática estava dentro da proposta da premiação, que é direcionado a trabalhos nas áreas de comunicação organizacional e relações públicas.

Bruno durante a apresentação da dissertação de mestrado ao lado da banca convidada. Foto: Arquivo pessoal

Ter ficado em primeiro lugar na premiação foi motivo de comemoração e vitória para Bruno. “Para mim foi muito significativo dado o peso que essa pesquisa teve pra mim, que me atravessar completamente uma vez que enquanto cidadão e eleitor acompanho os parlamentares que voto e quero me sentir representado por eles. Ainda mais por também pertencer a este grupo, o coletivo LGBTI+, por muito tempo invisibilizado”. 

Tudo isso trouxe uma motivação ainda maior, comenta Bruno. “Me motiva a seguir pesquisando o assunto e expandir os resultados. E reforça o sucesso da minha parceria com a professora Michele que foi e é fundamental nessa minha passagem pela pós-graduação, agora também me orientando no doutorado”. 

Premiações anteriores

Em 2021 a UFPR recebeu o prêmio na categoria trabalho de conclusão de curso. Já  em 2022 foram duas premiações: A de melhor dissertação de mestrado e novamente em trabalho de conclusão de curso. E em 2023 conquistou a categoria de melhor dissertação.

“Eu acho que isso mostra um pouco a centralidade da universidade na produção de pesquisas na área de relações públicas e as suas interfaces. Isso mostra que temos produzido alguns estudos nessa área. Isso é, pra mim, a questão mais importante que o prêmio mostra pra gente, que, em termos de pesquisa, nós temos feito pesquisa de qualidade e temos dado contribuições pro nosso campo de estudo, o campo mais amplo que é a comunicação e, claro, as suas ramificações a depender do tema de cada um desses trabalhos que foram premiados”, afirma a professora Michele Massuchin. 

Saiba mais sobre o prêmio da Abrapcorp de dissertações aqui.

Sugestões

Projeto de Extensão da UFPR realiza podcast mensal; saiba mais
O Eduquê é um podcast mensal que promove a partilha de conhecimento qualificado por ativistas e acadêmicos...
NC/UFPR promove encontro de elaboradores de provas para concursos e processos seletivos
Cerca de 140 pessoas participaram, no último domingo (16), do “Encontro de elaboradores de prova”, realizado...
Simepar prevê inverno com pouca chuva, altas temperaturas e rápidas ondas de ar frio; saiba mais
Todo esse fenômeno será sob influência do fenômeno climático La Niña O inverno começa às 17h51 desta...
PPGTurismo UFPR recebe destaque no 18º Fórum Internacional de Turismo do Iguassu
Evento realizado na UNIOESTE de Foz do Iguaçu reconheceu a UFPR com o maior número de aprovações entre...